A LUTA ENTRE O BEM E O MAL NO STF.

Cada vez mais clara a vergonhosa divisão não causada por divergências jurídicas , mas por divisão de intenções, que vem a bater de frente com a verdadeira intenção que seria de evitar quem sabe seu envolvimento futuro em alguma delação, quem sabe?

O fato é que está cada vez mais clara a evidencia de que o alguns ministros do STF tem interesse sim em dificultar as investigações o que ficou mais claro no dia de hoje com a decisão de retirar provas contra o Ex Presidente Lula das mãos do Juiz Sérgio Moro, chega a beirar a cara de pau as fundamentações cada vez mais cabisbaixas de alguns Juízes do STF , talvez por falta de óleo de Peróba para julgar sem mérito a favor da defesa do Ex Presidente em uma decisão que mais parece um fato encomendado com intenções nada Republicanas , essas cenas maquiavélicas que nos enche de um asco sem medidas vem cada vez mais se repetindo, além das inexplicáveis ações para por a frente de milhares de outros processos aqueles cujos interesses externos obscuros aparentemente estão conjugados com os interesses de alguns desses Ministros da Própria causa a evidente interpretação da constituição visando a defesa de interesses inconfessáveis está cada vez mais evidente tornando assim a instituição que deveria ser a ultima trincheira da democracia nacional um balcão de interesses nada ortodoxos para dizer o mínimo.

Parece que estes indivíduos que se sentes acima da Lei e que trabalham dia e noite para tentar libertar corruptos presos as duras penas pela operação Lava Jato, não percebem que suas ações já estão mas na cara do que nariz, e que a nação já pede suas cabeças, cansada dessas metodologias jurídicas indecentes, deseja mais que nunca o Fim do cargo de Ministro do STF tornando o STJ a ultima instância da Justiça sem intervenção Politica em cargos judiciais cuja devolução do favor da indicação quando não se sabe ainda se há maiores envolvimentos dos conversáveis Ministros com a corrupção instalada no pais.

o ministro Gilmar Mendes que ganhou fama ao declarar guerra ao que chamava de Cleptocracia agora deixa claro seu interesse em minimizar a atuação do ministério Público contra a corrupção, trabalhando na segunda turma Juntamente com Celso de Mello, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski.

ESSA É A NOSSA OPINIÃO!

Editor João Luiz Silva

Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s